Hotel Rural Quinta da Conchada, relaxar com uma vista de luxo

por 2serependiters
0 Comentário

O interior de Portugal é uma região frequentemente esquecida pelos viajantes, especialmente quando nos afastamos das principais atracções turísticas. No entanto, é possivelmente a imagem mais completa que conseguimos ter do nosso país, da nossa história e tradições (Vejam os nossos artigos sobre o nosso país aqui). É também no interior do país que temos a possibilidade de descobrir e explorar locais fantásticos, tesouros naturais, bastiões de história e surpresas recheadas de tradição. É ainda o local adequado para quem pretende uma boa opção para descansar, relaxar e recuperar energias. Foi por essa razão que escolhemos o Hotel Rural Quinta da Conchada.

Localização

Desde já podemos afirmar que uma das principais razões que nos levou a escolher este hotel foi a sua localização. Situado na margem na da albufeira da barragem da Aguieira, junto a Penacova, Distrito de Coimbra, este é o enquadramento perfeito para uma escapadinha de fim-de-semana. Aqui, encontramos-nos na confluência dos distritos de Viseu e Coimbra e no local onde o rio Dão se encontra com o Rio Mondego.

É portanto o local perfeito para sentir a confluência de património material e imaterial no centro de Portugal e sobretudo para descobrir o que de melhor esta região nos pode oferecer. Assim, a aproximadamente a duas horas de Lisboa, o Hotel Rural Quinta da Conchada é uma excelente opção. É importante destacarmos também que desta localização, ficam a menos de meia hora da mata do Buçaco, um local verdadeiramente mágico.

Quinta da Conchada – A nossa experiência

Assim que saímos do IP3 é visível uma placa a sinalizar a Quinta da Conchada. Enveredamos por uma estrada secundária que nos leva por entre a natureza, sempre com a albufeira da barragem da Aguieira à nossa esquerda. Depois de um dia a explorar a mata do Buçaco, estamos cansados e desejosos de chegar ao Hotel. Por fim, uma curva ligeira mostra-nos o Hotel Rural Quinta da Conchada, perfeitamente encaixado entre a estrada estreita, a serra e a albufeira.

Somos recebidos de forma muito simpática e atenciosa e encaminhados para o nosso quarto. Neste momento temos a confirmação de que fizemos uma escolha bastante acertada. No quarto espaçoso e bem equipado entram agora os raios de sol por entre as cortinas de uma grande janela. Lá fora, temos uma varanda grande que cria a sensação de estarmos quase sobre a água da albufeira. No horizonte, apenas a serra e o sol que se vai escondendo lentamente.

Antes de jantar, quisemos explorar o hotel também no seu exterior. Assim que saímos, encontramos uma piscina escondida no jardim, com uma vista fantástica para a albufeira. Continuando a descer em direcção à margem e entramos num jardim relvado e com várias caducifólias, onde conseguimos sempre encontrar pequenos recantos escondidos que convidam a sentar e a ali ficar a ler um livro, ouvindo apenas a água ao longe e os sons da natureza. Chegando à margem, encontramos um barco atracado e um pequeno porto de recreio. É um momento perfeito, especialmente considerando que o sol reflecte agora com maior intensidade a sua luz na água, numa imagem digna de postal.

Antes de regressar ao quarto, não podíamos deixar de experimentar o spa, que está incluído no pacote base. Assim, depois de devidamente equipados, entramos numa sala com chão de madeira e grandes vidros com vista para a albufeira. O ambiente é bastante quente mas é-nos dito que esta temperatura permite a limpeza dos poros e que ajuda o corpo a relaxar. Nos 45 minutos que se seguiram, experimentámos longos banhos de hidromassagem, massagem de pés e até sauna. Este momento de relaxamento foi feito com a sala totalmente para nós e sem confusão, algo que se deve também ao facto desta ser uma pequena unidade hoteleira e existir um limite de 45 minutos por cada quarto.

Por fim, o dia terminou no restaurante do hotel, uma sala agradável, com vista para a albufeira e uma decoração simpática. O melhor de tudo foi mesmo a comida e o magnífico vinho que nos foi sugerido. Também o pequeno almoço era variado e de grande qualidade e não há muitas palavras que possam transmitir o quão fantástico foi poder começar o dia com a vista magnífica para a albufeira da barragem da Aguieira.

Em suma, a nossa experiência no Hotel Rural Quinta da Conchada foi magnífica e consideramos que esta pequena unidade reúne muitos atributos que tornam qualquer fim-de-semana um verdadeiro momento de relaxamento e também de contemplação. É sem qualquer dúvida, uma opção que recomendamos e com uma relação preço-qualidade que é esmagadora face a outras opções na mesma zona.  

Sugerimos

Deixe um comentário